Gears 5 – Campanha: Análise de um iniciante em Gears (PC)

Gears 5 chegou ao PC e Xbox One no último dia 10 de setembro, e joguei o lançamento usando o serviço de assinatura de jogos da Microsoft (Gamepass) em meu computador, e hoje vou expor minha opinião sobre o lançamento mais esperado do Xbox Game Studios em 2019.

Bom, antes de começar quero que entendam que esse é o primeiro Gears que zerei, e por isso não tenho propriedade para falar da história como muitos. Sintam-se a vontade de checar minha Gamertag: pedrohpaixao – e ver meu progresso no jogo.

Otimizado, porém bugado

Uma das coisas que você percebe quando joga o Gears 5 no PC é sua otimização insana. Joguei em meu PC (Ryzen 3 2200G, GTX 1050ti e 16GB de RAM), e mesmo com a placa de vídeo não sendo totalmente compatível com o jogo, ele conseguiu rodar no alto à 60 FPS. Apenas nas cutscenes o FPS caía um pouco, mas nada desesperador.

Em contra partida, os bugs são um problema. Pelo menos no lançamento do jogo. No primeiro ato joguei em co-op com um amigo, e pude ver que algumas portas bugavam, e não conseguimos prosseguir com o jogo, tendo que fecha-lo o e abri-lo novamente. No ato 3, quando tentamos jogar com três jogadores, o player que estava com o Jack (robô) não conseguia concluir uma missão que apenas ele poderia fazer, travando todos os outros players na história. Foram bugs que de veras atrapalharam a experiência, mas nada ao ponto de não ser jogável ou desanimador.

Incrivelmente bonito e bem dublado

Um dos pontos fortes do novo Gears, é sem dúvidas o gráfico, muitos dizem ser o melhor gráfico da geração, ou que está entre os melhores. E no PC a qualidade é ainda mais visível. O gráfico ainda pode ser melhorado baixando uma DLC gratuita de texturas ultra-hd disponibilizada pela própria produtora nas lojas online (Steam/Microsoft Store).

Falamos de qualidade de vídeo, mas não podemos deixar de esquecer a qualidade de áudio do jogo, é simplesmente incrível. A experiência em áudio pode ser completamente diferente utilizando um fone de ouvido, são mínimos detalhes de sons que fizeram toda diferença no novo Gears.

Além disso a dublagem brasileira mais uma vez não decepciona nos jogos da Xbox Game Studios. As falas acompanham corretamente o movimento dos personagens, deixando uma sensação de imersão ainda maior. A escolha das palavras e a manutenção de palavrões me fizeram sentir uma imersão ainda maior com os personagens.

Gameplay e história

Mesmo jogando no PC, resolvi ter minha experiência com Gears 5 jogando no controle, e posso dizer que a escolha foi certa. A gameplay não muda muito dos outros Gears que joguei (principalmente o Gears: Ultimate), tanto que na metade do jogo, já estava querendo voltar e jogar o Gears: Ultimate, pois o Gears 5 me lembrava muito ele. A presença da mira manual e pouca assistência no jogo deixam a experiência ainda melhor.

A história que pude presenciar e jogar no Gears 5 é muito profunda e interessante. Os conflitos familiares e as escolhas na história me deixaram bem incluído nos acontecimentos dos outros jogos, até por que no começo uma resenhas dos jogos passados é feita. Por fim, claramente Gears terá mais uma continuação, e não vejo a hora de poder jogar.

About Pedro Henrique

Gamer Mobile, amante de jogos de simulação e corrida. Cinéfilo, gosto de todos os gêneros de filmes, mas tenho minha preferencia por ficção científica.